A missão do Espaço Nova Vida é contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas em situação ou em risco de solidão e isolamento social, no Bairro do Girassol e Ponte da Bica, na Ramada.


quinta-feira, 5 de junho de 2014

II Mostra de Artesanato Espaço Nova Vida e Atividadaes

Bom dia!

Aproxima-se o segundo dia de celebrações do 1º Aniversário do Espaço Nova Vida, e o entusiasmo mantém-se no ar.

No próximo sábado irá decorrer a 2ª Mostra de Artesanato do Espaço Nova Vida, tendo sido a 1ª no dia da inauguração da Associação em Junho de 2013.

Este ano, a pensar no conforto dos artesãos, a mostra irá decorrer no interior das instalações, enquanto que no exterior existirá um palco com diversas atividades para toda a população:

Horas
Atividades
09.30
Aula aberta de Ballet
11.00
Início da II Mostra Artesanato ENV
11.00
Atividades para as crianças (Insufláveis e outros)
11.00
Abertura do bar
12.00
Atuação de dança das Angels
15.00
Aula aberta de Kizomba
16.00
Atuação de dança do GB Dance 22 de Maio
17.00
Aula aberta de Karaté
18.00
Encerramento

Será mais um dia memorável, venha celebrar connosco!



quarta-feira, 4 de junho de 2014

I Aniversário ENV e coral júnior Girassol ENVOZ

Aqui ficam algumas das fotos do início das comemorações do 1º aniversário do Espaço Nova Vida, no dia 1 de Junho. Foi uma noite onde a cultura foi rainha com o concerto cénico do coral júnior Girassol ENVOZ.

Obrigado a todos os presentes que encheram esta sala que foi muito pequena para tanta emoção. O nosso muito obrigado pela presença do Sr. Presidente da União de Freguesias Ramada - Caneças, Ilídio Ferreira, o Sr. Presidente da Assembleia de Freguesias Ramada - Caneças, Dr. Francisco Bartolomeu e a Sra. Vereadora Maria da Luz Nogueira, assim como também pela mensagem de felicitações da Sra. Presidente da Câmara Municipal de Odivelas Dra. Susana Amador.

No próximo sábado dia 7 as celebrações continuam!












segunda-feira, 26 de maio de 2014

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Assim nasceu uma Nova Vida

Conheça a nossa história no blog do Inpakt Portugal


Assim nasceu uma Nova Vida
Passados 2 anos de reuniões ao domingo à tarde numa garagem, a Igreja Cristã Nova Vida tornava-se numa verdadeira “igreja de garagem”. Com a distribuição de alimentos e roupa, o aconselhamento pastoral, as aulas de música e os eventos, foi possível perceber que em poucos metros quadrados é possível fazer-se muita coisa, quando estamos determinados em ser agentes de transformação.

“Será que estamos a ser uma verdadeira influência nesta localidade? Será que a Igreja necessita de ter um edifício para ser e fazer aquilo para que é chamada?” – eram estas algumas das questões com que nos deparávamos. Sabiamos que queriamos fazer mais, que queriamos ser maiores, não em termos de tamanho ou prestígio, mas em alcance, numa atitude de disponibilidade, serviço e amor.

No início de 2012, o pastor Luís Gonçalves procurou a Junta de Freguesia da Ramada para dar a conhecer a existência deste pequeno grupo de pessoas com grandes sonhos, e muita vontade de trabalhar em prol da comunidade. Desta reunião surgiu o maior desafio de todos: reconstruir uma antiga sociedade recreativa no Bairro do Girassol, deixada ao abandono, e criar ali um projeto social e comunitário. Não estando à espera de tão rápida resposta e grandiosa proposta, todos ficámos em choque. “Como iríamos conseguir arranjar dinheiro para fazer as obras? Quantas pessoas vamos precisar para trabalhar? E depois, o que vamos fazer concretamente para servir esta comunidade? Teremos os recursos necessários?”.

Num verdadeiro ato de fé, aceitámos o desafio. No dia 28 de junho de 2012 foi assinado o protocolo com a Junta de Freguesia da Ramada, e rapidamente começámos a delinear um projeto para aquele local. Todos contribuíamos com ideias: “Vamos fazer um centro comunitário!”, “Vamos fazer uma igreja com várias atividades para crianças e jovens!”, “Podemos ter uma sala com computadores!”, “Podemos ter aulas de música!”.

Quando nos é dada a possibilidade de pintar numa tela em branco, cada risco que fazemos parece ser cortante, determinante para a peça final, mesmo que no fim seja apenas um traço junto de tantos outros. Era agora necessário juntar quem soubesse pintar, cada um com seu estilo e conhecimento, cada um com a sua cor.

Iniciaram-se as obras, primeiro retirando todo o lixo, entulho, seringas, garrafas, garrafões com fruta podre, e outros objetos que testemunharam o estado de degradação do lugar. Carrinhas, escavadoras, pás carregadoras e gruas da Junta de Freguesia, outra maquinaria de particulares, todos trabalhavam largas horas para desbravar terreno e permitir a passagem dos voluntários. O ambiente era de excitação, entusiasmo e muito suor.

“Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada”. Esta música infantil, que tanto gostava quando era criança, parecia enquadrar-se tão bem. Sem paredes e sem teto, era verdadeiramente uma casa engraçada que não tinha nada. Era tempo de tapar as portas e janelas, os buracos e crateras. Depois, colocar o teto, partir o chão, lixar a madeira. Todos vinham ajudar, homens, mulheres, jovens, até as crianças queriam brincar às obras. Mas era preciso deixar os adultos entendidos trabalhar. Eletricistas, pedreiros, carpinteiros, e também músicos, professores, assistentes sociais, engenheiros, estudantes, reformados, todos ajudavam. O mestre das obras era mesmo o pastor Luís Gonçalves que passava cerca de 10 horas por dia, 7 dias por semana, a trabalhar e a comandar os trabalhos. O Sr. José Maria, depois de um longo dia de trabalho, ia trabalhar para a Associação noite dentro. Uma empresa de construção civil alocou dois trabalhadores para trabalhar ali e outra empresa fez descontos nos materiais de construção. E, assim, a casa engraçada sem teto e sem nada ia lentamente desaparecendo. Em seu lugar, crescia um espaço - o Espaço– que trazia uma Nova Vida.

As obras estavam avançadas, já existia uma casa de banho a funcionar e uma das salas estava em condições de ser usada. Não havia tempo a perder. A assistente social Rita Adónis elaborava um projeto para as diferentes áreas de ação, a professora Carla Gonçalves planeava atividades para as crianças e jovens. Professores voluntários reuniam-se e discutiam a possibilidade de iniciarem o apoio ao estudo gratuito, e rapidamente fizeram um plano de atividades para um ano letivo. Acreditavam que seria possível de imediato, e assim foi. Professores no ativo, professores reformados e alunos universitários começaram a apoiar, voluntariamente, alunos do 1º, 2º e 3º ciclo nos trabalhos de casa e no estudo das disciplinas da sua especialidade. Começaram com 2 alunos e 2 meses mais tarde tinham 8, 6 meses mais tarde eram 14. A sala encheu-se e o Espaço pertencia agora às crianças.

As obras interiores continuavam, as paredes exteriores iam sendo pintadas, mas a herança deixada eram mesmo as manilhas de canalização da construção do bairro de há 20 anos atrás. O Bairro do Girassol é um bairro ilegal, um de entre muitos no concelho, em fase de urbanização camarária. Assim, dezenas de manilhas amontoadas à entrada do terreno eram tema de longas conversas e propostas criativas. A questão “o que fazer com as manilhas?” tirou várias vezes o sono ao pastor – que agora aprendia a arte da “engenharia civil”. Finalmente, na vertical, parecia obter unanimidade. Mais tarde seriam pintadas pelas crianças para dar mais cor e alegria a tais monumentos de cimento cinzento. De facto, aquele lugar já não era mais um barracão abandonado e sem qualquer utilidade digna. Ali nascia uma Nova Vida.

quinta-feira, 27 de março de 2014

GEPE - Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego

O Espaço Nova Vida irá em breve receber grupos do GEPE. 

O que é o GEPE?

"Os Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego – GEPE são grupos informais de pessoas desempregadas, que se reúnem periodicamente e cujo objectivo é a procura activa de emprego, na qual todos os membros do grupo colaboram e se entreajudam.
(...) 
Através da dinâmica de entreajuda em grupo, metodologia adaptada de outros contextos de “auto-ajuda”, procurar-se-á ultrapassar a desmotivação, o isolamento e a tendência depressiva a que o desemprego muitas vezes conduz. Com o apoio de um facilitador/animador, o grupo focar-se-á na procura activa de emprego para os seus membros, tendo cada um deles a função de apoiar os restantes nessa missão. Com uma atitude positiva e um enfoque proactivo sobre o mercado de trabalho é uma experiência de solidariedade e de dádiva entre os próprios desempregados."

Para mais informações consulte: www.gepe.pt



domingo, 23 de março de 2014

Contimpresso

O Espaço Nova Vida quer agradecer à Contimpresso pelos serviços de contabilidade e pelo sentido de responsabilidade social que tem demonstrado.

http://www.contimpresso.pt


quinta-feira, 13 de março de 2014

Oportunidade de Voluntariado - Animadores GEPE

O Espaço Nova Vida é uma instituição anfitrião dos GEPE (Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego), que são grupos informais de pessoas desempregadas que se reúnem periodicamente com o objectivo da procura activa de emprego, na qual todos os membros do grupo colaboram e se entreajudam. O GEPE é uma iniciativa do IPAV - Instituto Padre António Vieira com o apoio da Fundação Montepio e do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. 

Procuramos pessoas motivadas e responsáveis para dinamizar grupos, após a realização de uma formação inicial (gratuita). Será sempre realizado um acompanhamento pelo IPAV, que para além do GEPE tem outros projectos na área da empregabilidade que complementam e enriquecem a acção destes grupos.

O(A)s Animadore(a)s são voluntários que se disponibilizam a exercer o papel de facilitadores e de gestores das reuniões, comprometendo-se a desenvolver essa tarefa com elevado sentido de compromisso e de rigor ético. Preferencialmente, cada GEPE deve ter dois animadores. Devem ter um perfil psicológico sólido e estável, capazes de inspirar ânimo e confiança aos membros do seu grupo. Devem evidenciar bom senso, sensibilidade e atenção, com capacidades de comunicação e motivação e que, de preferência, já tenha passado por uma experiência de desemprego.

Veja esta e outras oportunidades de voluntariado no site Inpakt - Espaço Nova Vida